Televendas

  (19) 2106.0266

 vendas@pirai.com.br

 Localize Revendas

Adubação Verde na Fruticultura Tropical e Temperada

A
A
A
 

 

A adubação verde na fruticultura é uma oportunidade de aliar economia com ganho de produtividade e redução de custos à preservação dos recursos naturais.

É uma forma eficiente de produzir biomassa, nitrogênio, biodiversidade, estruturação de solo, reciclagem de nutrientes e de reduzir pragas como: doenças, nematoides e ervas daninhas.

O conceito da Adubação Verde é bem amplo, mas podemos resumir da seguinte forma:

A Adubação Verde é uma prática agrícola milenar que aumenta a capacidade produtiva do solo, uma técnica que recupera os solos degradados pelo cultivo, melhora os solos naturalmente pobres e conserva aqueles que já são produtivos.
Consiste no cultivo de plantas, em rotação/sucessão/consorciação com as culturas, que melhoram significativamente os atributos químicos, físicos e biológicos do solo.

Essas plantas denominadas “Adubos Verdes” têm características recicladoras, recuperadoras, protetoras, “melhoradoras” e condicionadoras do solo. Englobam diversas espécies vegetais, porém a preferência pelas leguminosas está consagrada também por sua capacidade de fixar nitrogênio direto da atmosfera, por simbiose.
Os benefícios dessa técnica agrícola milenar são muitos e todos comprovados na pesquisa e na prática.

 

ALGUNS DOS INÚMEROS BENEFÍCIOS DA ADUBAÇÃO VERDE: 


1. Aumenta a capacidade de armazenamento de água no solo.
2. Controla nematoides fitoparasitos com espécies não hospedeiras/antagônicas.
3. Descompacta, estrutura e areja o solo. 
4. Diminui a amplitude de variação térmica diuturna do solo.
5. Fornece nitrogênio fixado diretamente da atmosfera. 
6. Intensifica a atividade biológica do solo.
7. Melhora o aproveitamento e eficiência dos adubos e corretivos.
8. Produz fitomassa para cobertura morta.
9. Protege as mudas/plantas contra o vento e radiação solar.
10. Protege o solo contra os agentes da erosão e radiação solar.
11. Cobre o solo com grande quantidade de massa verde em curto espaço de tempo.
12. Recicla os nutrientes lixiviados em profundidade.
13. Recupera os solos degradados.
14. Reduz a infestação de ervas daninhas, incidência de pragas e patógenos nas culturas.
15. Supre o solo com material orgânico. 
16. Desintoxica o solo com a mitigação de metais pesados, resíduos de defensivos e excesso de nutrientes, fitorremediação.
17. É matéria prima para compostagem.
18. Contribui para o sequestro de carbono.
19. Reduz os teores de alumínio trocável e libera fósforo fixado

 
O consórcio dos adubos verdes nas entre linhas das fruteiras pode ser realizado durante todo o ano sem atrapalhar os tratos culturais ou mesmo a colheita.

Os adubos verdes podem ser de verão e de inverno e devem estar de acordo com o regime hídrico local para não competirem durante os períodos de estiagem, ou seja, o desenvolvimento se dá nos períodos úmidos e na seca evitam as perdas de água formando a cobertura morta.

Os adubos verdes ideais para o consórcio não podem ser trepadores, devem ter porte baixo e não ter associação com pragas, doenças e nematoides comuns à cultura.

As espécies de verão que atendem esses requisitos são a Mucuna-anã, o Feijão-de-porco e a Crotalária-breviflora com plantio em outubro/novembro e manejo da biomassa em março/abril. Dentre as espécies de inverno destacam-se a utilização da Aveia-preta, Nabo-forrageiro e Tremoço-branco, com plantio em abril/maio e manejo em julho/agosto. É importante no momento das rotações, sejam elas de verão ou de inverno para evitar pragas/doenças/nematoides.

O melhor manejo da biomassa dos adubos verdes é depositar as plantas de forma integral sobre a superfície do solo com a roçadora, o rolo-faca ou simplesmente “acamados”.

 

Destacamos alguns dos resultados da Adubação Verde na Fruticultura:

 

1. Ganho de produtividade;
2. Melhoria da qualidade dos frutos;
3. Economia de insumos na produção;
4. Preservação do solo nos seus atributos físicos, químicos e biológicos.

 

Pensou adubação verde. Decidiu Piraí.

 
 

ESPÉCIES DE VERÃO ( Plantio em outubro/novembro - Manejo da biomassa em março/abril )
 

 


 

 

ESPÉCIES DE INVERNO ( Plantio em abril/maio - Manejo da biomassa em julho/agosto )

 

 

 

 
 

 

Receba promoções, informativos e novidades.

 
 


 

 

Av. Dr. Cássio Pascoal Padovani, 333
Morumbi- Piracicaba/SP - CEP 13.420-355
sementes@pirai.com.br
Fone: (19) 2106.0266

Fax:    (19) 2106-0265


 

 

 

© 2012 • Todos os direitos reservados • Piraí Sementes - Adubação Verde e Cobertura Vegetal.